Meu perfil
BRASIL, AMAPA, MACAPA, RENASCER, Homem, de 26 a 35 anos, Casa e jardim, Informática e Internet

Histórico
01/07/2007 a 07/07/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis
oabelhudo
jeito tucuju
Folha do amapa
Neyzinho
Alcinea Cavalcante







Eu voltei!

Depois de alguns meses sem tempo para alimentar meu blog, voltei e muito breve estarei colocando informações pertinentes ao meio ambiente. Fatos que acontece aqui em Cametá-Pa, Brasil e no mundo.Agradeço o interesse de alguns amigos no Amapá, em ver o cesarbosque de novo com todo gás, na sua contribuição em defesa do meio ambiente, pautado no conceito do Desenvolvimento Sustentável.

 Escrito por cesarbosque às 11h29
[] [envie esta mensagem]



Mudança de Domicílio

Por motivos profissionais tive que mudar de Macapá-AP para minha cidade natal Cametá-PA. Mas gostaria de dizer aos frequentadores do meu blog, que estou muito mais disposto a divulgar notícias ambientais, na certeza de estar contribuindo na luta contra a destruição do nosso planeta.

Em Macapá ficaram boas amizades e bons blogueiros que merecem destaque, tais como: jeitotucuju.zip.net e oabelhudo.zip.net ( qualquer coisa é só acessar )

Portanto companheiros: A luta continua! e Saudações Ambientais !



 Escrito por cesarbosque às 11h58
[] [envie esta mensagem]



Brasil é campeão mundial... Em desmatamento!

A ONU lançou um relatório dando ao nosso país o crédito pelo desmatamento por 42% da floresta do mundo. Em cinco anos conseguimos destruir uma área do tamanho do estado do Acre de florestas, incluindo toda a biodiversidade que estava nela. Foram aproximadamente 150 Km2 de destruição.

Fonte:http://www.greenpeace.org.br 



 Escrito por cesarbosque às 11h39
[] [envie esta mensagem]



Marcos das Conquistas das Mulheres na História 

  • 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.

  • 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.

  • 1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.

  • 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.

  • 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.

  • 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas

  • 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres

  • 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.

  • 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças

  • 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina

  • 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres

Fonte:www.suapesquisa.com



 Escrito por cesarbosque às 16h44
[] [envie esta mensagem]



História do Dia 8 de Março (Dia Internacional da Mulher )

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

 

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

 

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

 

Objetivo da Data 

Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

 

Conquistas das Mulheres Brasileiras 

Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

 



 Escrito por cesarbosque às 16h41
[] [envie esta mensagem]



 

Em Breve estarei voltando!

 

Daqui alguns dias estarei voltando pra minha cidade natal , Cametá-PA.

Depois de 5 anos morando em Macapá-AP, onde tive uma passagem marcante, especialmente no que tange as questões políticas, tendo contato com pessoas que lutam pelo tão sonhado desenvolvimento sustentável.Levarei na bagagem esse conhecimento para lutar também em Cametá, contra as injustiças sociais e ambientais.

 



 Escrito por cesarbosque às 16h18
[] [envie esta mensagem]



Calendário Ambiental (Março)

1 - Dia do Turismo Ecológico

22 - Dia Mundial da Água

 



 Escrito por cesarbosque às 22h48
[] [envie esta mensagem]



Em 20 anos, faltará água para 60% do mundo

Dentro de 20 anos, uma proporção de dois terços da população do mundo deve enfrentar escassez de água, de acordo com a FAO, agência das Nações Unidas para agricultura e alimentação, sediada em Roma. Segundo a FAO, o consumo de água dobrou em relação ao crescimento populacional no último século.

Pouco mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo já não têm acesso a água limpa suficiente para suprir suas necessidades básicas diárias, disse Pasquale Steduto, diretor da unidade de gerenciamento dos recursos hídricos da FAO. Segundo ele, mais de 2,5 bilhões não têm saneamento básico adequado.

Steduto pediu maior esforços nacionais e internacionais para proteger os recursos hídricos do planeta. A irrigação para cultivos agrícolas atualmente responde por mais de dois terços de toda a água retirada de lagos, rios e reservatórios subterrâneos.

Em várias partes do mundo, agricultores que tentam produzir alimentos suficientes e obter renda também enfrentam estiagens sistemáticas e crescente competição por água. O que os agricultores têm que fazer, diz a FAO, é armazenar mais água da chuva e reduzir o desperdício ao irrigar suas plantações. "A comunidade global tem conhecimentos para lidar com a escassez de água. O que é necessário é agir", afirma a agência das Nações Unidas.


Fonte: Observatório do Clima/ BBC Brasil



 Escrito por cesarbosque às 03h26
[] [envie esta mensagem]



Calendário Ambiental de Janeiro e Fevereiro

Janeiro

11 - Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos

Fevereiro

2 - Dia Mundial das Zonas Úmidas

 



 Escrito por cesarbosque às 11h30
[] [envie esta mensagem]



O Brasil não conhece a Amazônia

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) trará mais custos ou benefícios para a Amazônia? Existe verdadeiramente um Projeto Amazônico ou a região continua sendo tratada como almoxarifado de recursos naturais? Armando Mendes, professor emérito e um dos fundadores do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da UFPA, quando questionado pela Comissão da Amazônia sobre a eficácia do planejamento governamental para a Amazônia, respondeu: “nesses 40 anos que tive a oportunidade de participar e acompanhar, nenhuma”.

Desde a Operação Amazônia, lançada pelo Governo Federal em 1966 com um aparato de reformas institucionais e incentivos fiscais, até o Programa Amazônia Sustentável, idealizado em 2003, o discurso da integração da Amazônia à economia nacional e da redução das disparidades regionais se faz presente sob a ótica da conquista da modernidade e do desenvolvimento. As diferenças na concepção de 40 anos de políticas públicas federais para a Amazônia residem na apropriação gradativa pela sociedade das preocupações com o meio ambiente e no ilusionismo do desenvolvimento sustentável.

Os Programas Brasil em Ação (PPA 1996-1999) e Avança Brasil (PPA 2000-2003) idealizados durante o primeiro e segundo mandatos do Presidente Fernando Henrique Cardoso, respectivamente, pregavam o fortalecimento das estratégias de integração econômica da Amazônia ao resto do Brasil, priorizando obras de infra-estrutura de transporte. As teses desenvolvimentistas contidas tanto no Brasil em Ação quanto no Avança Brasil se apoiaram na constatação de que as políticas públicas implementadas nas últimas décadas na Amazônia gerariam um acelerado crescimento da economia e a modernização da estrutura produtiva seria, portanto, indispensável para a competitividade nos mercados domésticos e internacional.

Preocupações dos movimentos sociais com a ausência de avaliação dos impactos ambientais agregados das políticas de integração regional do governo FHC cresceram substancialmente, transferindo para o próximo governo grandes expectativas de mudanças em relação ao modelo de desenvolvimento para a Amazônia. Em maio de 2003, o Governo Lula lançou o Programa Amazônia Sustentável (PAS), dando ênfase ao discurso da integração e da transversalidade nas ações das políticas públicas para região: “Não são as obras de infra-estrutura, a priori, que contribuem para a degradação ambiental e os conflitos sociais na região, mas o fato de terem sido executadas sem cuidadosa análise, sem debate com a sociedade regional e sem contemplar ações de ordenamento, prevenção e mitigação dos efeitos perversos...”, destacava o PAS.

Entretanto, logo veio a constatação de que no PPA 2004-2007 foram mantidos todos os projetos de cunho desenvolvimentista do governo anterior para a região, agravados ainda pela retórica do desenvolvimento sustentável. Este ponto traz à tona a desqualificação do uso do desenvolvimento sustentável pelas políticas governamentais deixando uma falsa impressão de que “agora a coisa vai” ou de que tal plano “significa uma ruptura” com os sistemas econômicos passados, como no Programa Amazônia Sustentável (PAS).

O PAC está distante de expressar um projeto nacional de desenvolvimento e em alguns casos coloca em risco alguns avanços da sociedade, como o direito de discutir os impactos sociais e ambientais das obras de infra-estrutura regional. Depois que a Ministra Dilma Rousseff se reportou à região amazônica como de “importância relativa”, a incógnita sobre qual a verdadeira intenção nacional para a Amazônia deixa de ser incógnita e passa a ser fato. O Governo Federal continua tratando a Amazônia como simples extensão territorial do Brasil, desconsiderando sua importância geopolítica global. Neste caso, fecho com a proposta do professor Armando Mendes, quando sugere que um Projeto Amazônico, utópico ou não, só ganhará sentido se tivermos presente, com nitidez e centralidade, a intenção nacional para a região, uma reta intenção provida de real vontade política, mais do que devaneios gozosos, vagos e vácuos, como proposto no PAC.

 

Marco Antonio Chagas, doutorando em desenvolvimento sustentável pela UNIFAP/UFPA-NAEA.

Fonte: www.correaneto.com.br



 Escrito por cesarbosque às 11h28
[] [envie esta mensagem]



Parabéns Macapá (04/02) 249 anos

Espero que essa data seja um momento para a população e os governantes possam refletir, como anda suas posturas em relação ao tratamento a está cidade magnífica, chamada Macapá. Sincera estam deixando a desejar! Quando será que vamos olhar pra Macapá e falar com entusiasmos: Macapá Cidade Sustentável da Amazônia !

 



 Escrito por cesarbosque às 11h25
[] [envie esta mensagem]



No Brasil, clima deve afetar mais Amazônia

Relatório das Nações Unidas indica que, na América do Sul, aquecimento global deve atingir principalmente a região amazônica

fonte: Jornal do Meio Ambiente

Na América do Sul, o aumento da temperatura do planeta deve afetar principalmente a Amazônia, indica o relatório divulgado nesta sexta-feira pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas. O estudo, elaborado por 600 especialistas de 40 países, traz mapas com projeções de mudanças no clima até 2090 que apontam que, em todos os cenários, a Amazônia será a região sul-americana que deve sofrer com mais intensidade os efeitos do aquecimento global.

Os mapas sugerem que uma área que abrange o norte da Bahia, todo o sertão nordestino, boa parte dos Estados do Pará, do Amazonas e do Mato Grosso pode ter um acréscimo de até 1,5 ºC na temperatura média entre 2020 e 2029. Esse mesmo cenário aponta que a temperatura da região pode sofrer um aumento de até 3,5 ºC entre 2090 e 2099. Em outros dois cenários, o clima da América do Sul varia de forma homogênea entre 2020 e 2029, com uma alta de 1 ºC. Entre 2090 e 2099, no entanto, o aquecimento afetaria com maior intensidade o interior do continente.

O RDH (Relatório de Desenvolvimento Humano) 2006, lançado pelo PNUD no ano passado, já apontava que as alterações climáticas decorrentes do aquecimento global deveriam atingir a Amazônia. De acordo com o estudo, a região deve sofrer uma redução de 20% na disponibilidade de água.

Em todos os cenários traçados pelo painel intergovernamental, no entanto, o Ártico será a área do planeta mais afetada e pode sofrer um aumento de temperatura superior a 7,5 ºC entre 2090 e 2099. Na América do Norte, a região dos grandes lagos deve concentrar as maiores elevações na temperatura. Na África, o Saara e os países próximos à África do Sul serão os mais afetados.


O relatório afirma que no planeta como um todo a temperatura subirá 1,8 ºC até 2100, na melhor das hipóteses. Na pior, o acréscimo pode ser de 4 ºC. Os efeitos desse aumento são desastrosos. Os especialistas estimam que o nível dos oceanos pode subir de 18 a 59 centímetros, o que acarretaria o desaparecimento de ilhas e áreas de plantio. Além disso, o estudo prevê que tendem a ser mais freqüentes desastres naturais como ondas de forte calor, secas, inundações, ciclones e furacões.

Um dos destaques do relatório é que, pela primeira vez, a ONU afirma que o aquecimento do planeta se deve à ação do homem. Segundo o estudo, é de 90% a probabilidade de que as mudanças no clima sejam resultado das emissões de gás carbônico provocadas por atividade humana.



 Escrito por cesarbosque às 10h41
[] [envie esta mensagem]



Calendário Ambiental(Dezembro)

7 - Dia do Pau-Brasil

29 -
Dia Mundial da Biodiversidade

 



 Escrito por cesarbosque às 00h38
[] [envie esta mensagem]



Deturpação da Cultura Amapaense

 Hoje o que sentimos no Amapá, é sim uma verdadeira deturpação da cultura. Alguns empresários oportunistas ao extremo, que tem coragem de vender a própria mãe em benefícios comum, utilizam-se dos primeiros povos existentes no Amapá: "O Maracá", para promover o que intitularam de, o 1º Fest Music com o respectivo nome. Para efeito de conhecimento cultural, esse povo estava situado basicamente na região do Mazagão. Recentes descobertas arqueológicas maximizam sua importância na identidade cultural do amapaense.

Faço essa critica a este festival, porque o mesmo não contribui em nada para o reconhecimento dessa civilização. O que mais me deixa triste, é saber que o Estado compactua com esse desrespeito, deixando até utilizarem o maior símbolo deste povo.

Vale ressaltar, que não tenho nada contra as bandas que fazem parte deste festival: Babado Novo (Bahia), Aviões do Forró (Ceará), Amor Perfeito (Pará) e Jota Quest. Mas, faço outra observação, Cadê às bandas regionais? Temos excelentes bandas!

Deixo como sugestão aos oportunistas de plantão. Porque não promover festivais com nomes: Janete Silva Fest Music, Os Cabuçus Fest Music, Góes Fest Music ou Sarney Fest Music.

 



 Escrito por cesarbosque às 00h21
[] [envie esta mensagem]



Meu Blog está de luto

Qin Qin, único panda branco e marrom do mundo, morre na China sem deixar herdeiros, aos 17 anos .Esse é o motivo deste luto, até porque os ursos panda fazem a cara do meu blog.



 Escrito por cesarbosque às 14h07
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]